AudioKat utiliza cookies propias y de terceros por tres motivos principales: mejorar su expericencia como usuario, realizar estadística de acceso a este sitio web y gestionar la publicidad. Las cookies son pequeños archivos de texto que se almacenan en su navegador y facilitan la interactividad con los distintos sitios web que visita. Si pulsa en 'Aceptar' entenderemos que ya ha sido informado y dejaremos de mostrarle este mensaje de advertencia.

Aceptar

AudioKat. Logo
                     
Los conciertos de AudioKat…
Artista DestaKado
Dani Txarnego —> DestaKado en AudioKat...
Zona TV de Dani Txarnego...
Dani Txarnego
DestaKadosConciertosNoticiasZona TV+ RecursosInicio

click para cerrar...
ampliar carátula...
Discografía
+ info. de 'Bailar en la Cueva', Caetano Veloso (2014)Bailar en la Cueva
Warner Music Spain, 2014
+ info. de 'Abraçaço', Caetano Veloso (2012)Abraçaço
Universal Music, 2012
+ info. de 'Zii e Zie', Caetano Veloso (2009)Zii e Zie
Universal Music, 2009
+ info. de 'Cê', Caetano Veloso (2006)
Universal Music, 2006
+ info. de 'A Foreign Sound', Caetano Veloso (2004)A Foreign Sound
Universal Music, 2004
+ info. de 'Frida. Music From the Motion Picture', Caetano Veloso (2002)Frida. Music From the Motion Picture
Deutsche Grammophon, 2002
+ info. de 'Tropicália 2', Caetano Veloso (1993)Tropicália 2
Polygram, 1993
+ info. de 'Circuladô Vivo', Caetano Veloso (1992)Circuladô Vivo
Polygram, 1992
+ info. de 'Circuladô', Caetano Veloso (1991)Circuladô
Polygram, 1991
+ info. de 'Estrangeiro', Caetano Veloso (1989)Estrangeiro
Polygram, 1989
+ info. de 'Caetano', Caetano Veloso (1987)Caetano
Polygram, 1987
+ info. de 'Caetano Veloso', Caetano Veloso (1986)Caetano Veloso
Polygram, 1986
+ info. de 'Totalmente Demais ao Vivo', Caetano Veloso (1986)Totalmente Demais ao Vivo
Polygram, 1986
+ info. de 'Velô', Caetano Veloso (1984)Velô
Polygram, 1984
+ info. de 'Uns', Caetano Veloso (1983)Uns
Polygram, 1983
+ info. de 'Cores, Nomes', Caetano Veloso (1982)Cores, Nomes
Polygram, 1982
+ info. de 'Outras Palavras', Caetano Veloso (1981)Outras Palavras
Polygram, 1981
+ info. de 'Cinema Transcendental', Caetano Veloso (1979)Cinema Transcendental
Polygram, 1979
+ info. de 'Muito (Dentro da Estrela Azulada)', Caetano Veloso (1978)Muito (Dentro da Estrela Azulada)
Polygram, 1978
+ info. de 'Maria Bethânia e Caetano Veloso ao Vivo', Caetano Veloso (1978)Maria Bethânia e Caetano Veloso ao Vivo
Polygram, 1978
+ info. de 'Bicho', Caetano Veloso (1977)Bicho
Polygram, 1977
+ info. de 'Caetano... Muitos Carnavais...', Caetano Veloso (1977)Caetano... Muitos Carnavais...
Polygram, 1977
+ info. de 'Doces Bárbaros', Caetano Veloso (1976)Doces Bárbaros
Polygram, 1976
+ info. de 'Qualquer Coisa', Caetano Veloso (1975)Qualquer Coisa
Polygram, 1975
+ info. de 'Jóia', Caetano Veloso (1975)Jóia
Polygram, 1975
+ info. de 'Temporada de Verão. Ao Vivo na Bahia', Caetano Veloso (1974)Temporada de Verão. Ao Vivo na Bahia
Polygram, 1974
+ info. de 'Araçá Azul', Caetano Veloso (1972)Araçá Azul
Polygram, 1972
+ info. de 'Transa', Caetano Veloso (1972)Transa
Polygram, 1972
+ info. de 'Caetano e Chico. Juntos e ao Vivo', Caetano Veloso (1972)Caetano e Chico. Juntos e ao Vivo
Polygram, 1972
+ info. de 'Barra 69. Caetano e Gil ao Vivo na Bahia', Caetano Veloso (1972)Barra 69. Caetano e Gil ao Vivo na Bahia
Polygram, 1972
+ info. de 'Caetano Veloso (1971)', Caetano Veloso (1971)Caetano Veloso (1971)
Polygram, 1971
+ info. de 'Caetano Veloso', Caetano Veloso (1969)Caetano Veloso
Philips, 1969
+ info. de 'Tropicalia ou Panis et Circencis', Caetano Veloso (1968)Tropicalia ou Panis et Circencis
Philips, 1968
+ info. de 'Caetano Veloso (1967)', Caetano Veloso (1968)Caetano Veloso (1967)
Philips, 1968
+ info. de 'Domingo. Gal e Caetano Veloso', Caetano Veloso (1967)Domingo. Gal e Caetano Veloso
Philips, 1967
35 discos. Caetano Veloso
El Azogue, el esperadísimo nuevo disco de Marea
Caetano Veloso
InformaciónBiografíaDiscografíaZona TV
Ele me Deu um Beijo na Boca
ÁlbumCores, Nomes, 1982. Tema 2
IntérpreteCaetano Veloso
CréditosCaetano Veloso
Publicación1982
Grabación-
Duración07:16
Comprar
'Cores, Nomes' en Amazon...
Letra

Ele me deu um beijo na boca e me disse:
A vida é oca como a touca de um bebê sem cabeça
E eu ri à beça
E ele: como uma toca de raposa bêbada
E eu disse: chega da sua conversa de poço sem fundo
Eu sei que o mundo
É um fluxo sem leito e é só no oco do seu peito
Que corre um rio
Mas ele concordou que a vida é boa
Embora seja apenas a coroa
A cara é o vazio
E ele riu e riu e riu e ria
E eu disse: basta de filosofia
A mim me bastava que um prefeito desse um jeito
Na cidade da Bahia
Esse feito afetaria toda a gente da Terra
E nós veríamos nascer uma paz quente
Os filhos da Guerra Fria
Seria um antiacidente
Como uma rima
Desativando a trama daquela profecia
Que o Vicente me contou
Segundo a astronomia
Que em novembro do ano que inicia
Sete astros se alinharão em Escorpião como só no dia
Da bomba de Hiroxima
E ele me olhou de cima e disse assim pra mim:
Delfim, Margareth Tatcher, Menahen Begin
Política é o fim
E a crítica que não toque na poesia
O Time Magazine quer dizer que os Rolling Stones já não cabem no mundo
Do Time Magazine
Mas eu digo (ele disse) que o que já não cabe é o Time Magazine
No mundo dos Rolling Stones forever rockin’and rollin’
Por que forjar desprezo pelos vivos
E fomentar desejos reativos?
Apaches, punks, existencialistas, hippies, beatniks de todos os tempos
Uni-vos!
E eu disse: sim, mas sim, mas não, nem isso
Apenas alguns santos, se tantos, nos seus cantos
E sozinhos
Mas ele me falou: você tá triste
Porque a tua dama te abandona e você não resiste
Quando ela surge
Ela vem e instaura o seu cosmético caótico
Você começa a olhar com um olho gótico de cristão legítimo
Mas eu sou preto, meu nego
Eu sei que isso não nega e até ativa o velho ritmo mulato
E o leão ruge
O fato é que há istmo entre meu Deus e seus deuses
Eu sou do clã do Djavan
Você é fã do Donato e não nos interessa a tripe cristã
De Dilan Zimmermman
E ele ainda diria mais
Mas a canção tem que acabar e eu respondi:
O Deus que você sente é o Deus dos santos
A superfície iridescente da bola oca
Meus deuses são cabeças de bebês sem touca
Era um momento sem medo e sem desejo
Ele me deu um beijo na boca
E eu correspondi àquele beijo

+ temas de Cores, Nomes...
+ discos de Caetano Veloso...
todas las canciones de Caetano Veloso...
Paraísos Mejores, lo último de Javier Ruibal
Zona TV
Caetano Veloso (37 vídeos)
Galería
Coque Malla, Termonuclear, fotografía: Soraya Diebra...
Coque Malla, Termonuclear
fotografía: Soraya Diebra
Me gusta
Compartir
facebooktwitteremail
Promoción | Publicidad | Más Servicios...AudioKat · RDG, 2002-2020 · (CC)
88.562.059 visitas
Webs Amigas | Somos | Contacto...